• Written by

Nota de Esclarecimento

Chegou ao nosso conhecimento que estão pedindo ajuda através de uma “caixinha solidária” com a finalidade de custear passagens aéreas e estadias para pessoas se deslocarem para Brasília-DF, a fim de colaborarem com os trabalhos da aspometerfa, não podemos ser vítima mais uma vez da formação de pessoas que embora tendo conhecimento dos nossos problemas possa em vez de ajudar, atrapalhar e esse não é o momento, uma vez que nossas propostas estão todas encaminhadas.
Saibam que em momento algum a associação se negou em formar as equipes de trabalhos e arcar com custos de deslocamentos de sócios quando viável, não é cooperando com “caixinha” que você associado estará ajudando os trabalhos da sua associação, cuidado, pois você pode sim, estar contribuindo com a formação de grupos que poderão nos atrapalhar em vez de nos ajudar, e, muitas das vezes o que essas pessoas querem é resolver seus problemas pessoais.
A Diretoria da ASPOMETERFA analisando a urgência e a adversidade atual, devido a COPA e a Lei Eleitoral, entenderam que a PEC 14/2014 não é viável no momento. O que resolveria seria uma Medida Provisória (MP). O pedido de uma MP foi solicitado ao Senador José Sarney, que concordou e, de imediato falou com a Presidência Dilma, que após ouvir a proposta do Senador Sarney encomendou um estudo ao Ministério do Planejamento para ver a possibilidade de editar a MP.
A Diretoria temendo ter a negativa sugeriu uma reunião com os técnicos do Ministério do Planejamento, para ter a oportunidade de expor nossa situação funcional e, argumentar o total do efetivo, vinculo e constitucionalidade, estamos agora aguardando a confirmação dessa audiência, aí sim, poderemos formar as equipes de viagens para somar com a nossa diretoria nessa missão junto aos técnicos do MP.
Esclarecemos que, não bastasse a criação dessa “caixinha solidária” surge “dinovo” o sócio José Raimundo Figueiró Lima (Cel RR), enviando através de e-mail a seguinte mensagem aos seus pares com o teor seguinte: “Bom Dia a todos, leiam e analisem essas propostas (esqueçam redações anteriores) com a Socorro (enviei a esta). Remetam a outros do grupo pois não tenho e-mail de todos. É minha contribuição. Figueiró
Trata-se de sugestões de textos na mudança de artigos das Leis nºs 6.652, de 30 de maio de 1979, Art. 53 (que é o nosso estatuto), e da Lei nº 10.486, Art. 65 (Lei de Remuneração do Distrito Federal, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar), que diz estender aos militares da ativa, inativos e pensionistas dos ex-Territórios Federais do Amapá, Rondônia e de Roraima e aos militares inativos e pensionistas integrantes da Policia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do antigo Distrito Federal, GN. É ai que corremos risco dos militares do Distrito Federal se mobilizarem e não permitirem que se altere nada a favor dos ex-Territórios e acabarmos na vala do esquecimento.
Não vamos esquecer o que ocorreu no ano 2.011, quando do julgamento desfavorável do Mandado de Segurança 13831 impetrado pelo grupo que prejudicou o andamento da nossa ação de equiparação salarial que foi negado por unanimidade no Superior Tribunal de Justiça- STJ, e que hoje os policiais militares de Rondônia já estão recebendo e nós mais uma vez ficamos a ver navios por conta dessa desunião, vamos ter mais cuidado dessa vez e chamamos atenção de todos aqueles que realmente queiram nos ajudar para discutirmos as ideias dentro da sede da associação com a diretoria que existe foi pra isso que elegemos uma presidenta para nos representar, em vez de formarmos grupos por fora e atrapalhar o andamento das nossas ações, chega, já sofremos demais com essa falta de credibilidade e união!!

Macapá-AP, 16 de junho de 2.014

Maj RR ASSUNÇÃO

  • Written by

Contrato VPE, GCEF e Risco de Vida

Confirmado o acordo com o escritório de advogados SILVEIRA, RIBEIRO E ADVOGADOS ASSOCIADOS, o qual nos representará na ação judicial da VPE, equiparação salarial, segue o contrato individual e a autorização para desconto em folha de pagamento ou contracheque dos desconto de honorários. Tal desconto só será efetivado quando for sentenciado positivamente em favor da associação e assim ocorrerá os desconto das parcelas. São dois grupos distintos pois o pessoal que ingressou por fora na ação vai ter honorários diferentes, a maior, e os que estão no processo inicial da associação, que é o seu caso, pagarão os valores do contrato em anexo. Qualquer dúvida entre em contato, não precisa reconhecer em cartório, mas preencha tudo em letra de forma, sem rasuras, assine no contratante e envie para Av. Acelino de Leão, nº 870, bairro Trem - Macapá/AP, CEP: 68901-092

Clique aqui para Baixar O Contrato de Honorários em PDF.

Clique aqui para Baixar A Autorização de Consignação em PDF.

  • Written by

Formulário Auxilio funeral

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O FORMULÁRIO AUXILIO FUNERÁRIO EM PDF 

 


ESTADO DO AMAPÁ

ASSOCIAÇÃO DOS POLICIAIS MILITARES DO EX-TERRITÓRIO FEDERAL DO AMAPÁ

ASPOMETERFA

DECLARAÇÃO DE BENEFICIÁRIOS PARA AUXILIO FUNERAL

NOME DO TITULAR: ________________________________________________________
MATRICULA SIAPE: _____________________ CPF: _______________________________

BENEFICIÁRIOS:

NOME GRAU DE PARENTESCO
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   

Macapá/AP, 10 de setembro de 2013.

 

__________________________________
Declarante

--------------------------
Diretoria

Obs.: Auxilio Funeral no teto de R$ 2.000,00 (Dois Mil Reais), com direito a cerimonial de acordo com a religião (carro fúnebre, urna, ônibus para translado nos municípios de Macapá e Santana, café, água mineral). Tem direito ao beneficio o associado, cônjuge, filhos, enteados, netos com guarda definitiva, pai e mãe (Preencher manuscrito).

 

 

 

 

 

Back to top